I M P U N I D A D E - VERGONHA NACIONAL

É INACEITÁVEL QUE A IMPUNIDADE E A VIOLÊNCIA SEJAM TRANSFORMADAS EM VALORES LEGÍTIMOS DO MORAL NACIONAL*** Não existe democracia onde não existe segurança do Direito com Soberania, Paz Social, Progresso, Integração Nacional e Integridade do Patrimônio Nacional.

20070308

Edição de hoje do Impunidade - Vergonha Nacional

Salve a Revolução de Março


O PAÍS SE REORGANIZA COM GOVERNOS SÉRIOS E AUSTEROS, COMANDADOS POR MILITARES, COM UMA MAIORIA DE CIVIS CRITERIOSAMENTE ESCOLHIDOS. O RESULTADO FOI, ALÉM DA PRESERVAÇÃO DA DEMOCRACIA,  A MORALIDADE NA ADMINISTRAÇÃO, A ÉTICA NA POLÍTICA E UM PLANEJADO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL.UM IDEÁRIO QUE VINHA DOS TENENTES DE 22. Leia mais..

Muito além do aceitável
"É preciso melhorar a massa encefálica dentro do cérebro para as pessoas compreenderem que as mulheres devem ser respeitadas".

As considerações de Lula sobre moral sexual e escolhas individuais não devem nada a seu conhecimento sobre anatomia. “Massa encefálica dentro do cérebro” é o mesmo que dizer “massa cerebral dentro do cérebro”. Lula é uma ignorância redundante.
As escolas do país de Lula não conseguem ensinar português e matemática. Mas ele tem a ambição de que o governo ensine as pessoas a fazer sexo, “uma necessidade fisiológica do ser humano”. A que ponto chegamos...

Um governante que faz o discurso de Lula aposta na diluição de valores bem mais profundos do que aqueles que podem ser regulados pelo Estado e investe na coletivização do caráter. Morre o indivíduo. Seu homem-massa não tem mais escolha: está obrigado à liberdade. À liberdade segundo a entende um ente de razão supra-individual chamado "partido". A “massa encefálica” de Lula é rústica, o que não quer dizer que não seja totalitária. Leia mais


Sobre o garoto João Hélio

Somos uma nação refém de bandidos - um Poder Executivo cínico e corruptor,  o Judiciário egoísta preocupado principalmente em aumentar seus ganhos  e congressistas irresponsáveis e egocêntricos.   Todos muito contentes com suas realizações, anunciando a mensagem de que o crime e, principalmente, o desprezo pela vida humana compensam. Leia mais.


 
Saia justa" para Requião

O líder comunista venezuelano é amigo pessoal do governador Roberto Requião com quem tem afinidades políticas. Os dois já estiveram juntos diversas vezes e nutrem o mesmo repúdio à liberdade de imprensa. No Paraná, são comuns os ataques do governador à imprensa local, acusada de agir para desestabilizá-lo. Para o autor da proposta, Chávez "é um ditador como Fidel e como Pinochet" e não merece o respeito dos paranaenses. Para compensar a aprovação, os governistas já estudam um projeto que dá a Chávez o título de cidadão honorário do Estado. A medida serviria para adular aquele que seria "um parceiro econômico" do Paraná. Ainda segundo Luis Claudio Romanelli, Chávez pretende "cobrar" de Requião informações do "deslize" de seus aliados no Legislativo paranaense. Leia mais.

Passa-moleque
Acreditar que a CPI do Mensalão não foi instalada por conta de um recurso apresentado pelo PT é sinal de  irresponsabilidade. Integrante do Partido dos Trabalhadores e presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia sabia muito bem o que estava fazendo em termos de condução do processo. Leia mais.


PARA IPEA, PIB SÓ CRESCERÁ 5% APÓS 2010

A taxa de crescimento econômico de 5%, tão almejada pelo governo federal, só será possível após 2010, conforme projeções feitas pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em seu boletim de conjuntura deste mês. O instituto, ligado ao Ministério do Planejamento, prevê uma expansão de 3,7% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, taxa inferior aos 4,5% anunciados pelo governo por ocasião do lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no início de 2007.


Presidente da República, ex-agitador grevista, teme greve do funcionalismo
Presidente não quer sentir na Pele o que fez para perturbar Governos, adiando o retorno à Democracia no país. A instigação à greve trouxe prejuízos econômicos e adiou as liberdadades. O governo não tem dinheiro para defender a sociedade do crime organizado, mas esnoba com euforia para o cenário internacional suas reservas de US$ 100 bilhões, espera do Congresso a aprovação dos projetos do PAC para esvaziar receita, atendendo a seu marketing político. Todavia, avalia com prudência possíveis reações dos servidores públicos federais, com vencimentos defasados e desmotivados em suas carreiras, assistindo o esbanjamento em salários e vantagens dos gabinetes ministeriais, Câmara, Senado Federal e na Magistratura. Leia mais


 Saindo à francesa
Para ludibriar a opinião pública, o presidente Lula, abusando de sua retórica populista, anunciou no começo deste ano que faria um governo de coalizão. E a tal coalizão tinha o PMDB como âncora. Com a ala de Nelson Jobim derrotada, além de visivelmente irritada com o comportamento do presidente Lula – ele pulou do barco em plena viagem – os senadores Renan Calheiros e José Sarney liberaram os integrantes do partido da obrigação de apoiarem o Palácio do Planalto. A partir de agora, além de um fiasco batizado de PAC, Lula terá mais uma árdua tarefa. A de restaurar as rachaduras internas do PMDB, caso queira governar sem muitos sobressaltos. Do contrário, será como a tão cantada música Águas de Março. Pau e pedra à vontade. Mais: com a saída de parte do PMDB da base de apoio ao Palácio do Planalto, o PAC tem poucas chances de ser aprovado no Senado. Leia mais.


   Dom Ivo, o envolvimento comunista e o sucesso da Igreja Pentecostal

Dom Ivo Lorscheiter, homem de fé  usado como Cavalo de Tróia para a destruição do catolicismo e Carlos Lamarca: traidor do Exército e da Pátria, foi consagrado herói pelos "judas" da Igreja Católica e idolatrado pelo lixo e entulho marxista-leninista

Onde se encontram os bispos na hora presente, que não falam mais nada? Ao lado dos intelectuais e políticos que estão de acordo com o governo do crime organizado, sob exemplos de atos abomináveis de governantes e praticados pela sua própria negligência em todo o Brasil. Leia mais


 O aquecimento global e o Holocausto

Não será surpresa se dentro em breve os que negam o aquecimento global passem a ser tratados como negadores do Holocausto e sejam processados. Basta esperar. Isso é muito mais provável que a elevação dos oceanos. Leia mais

Guerra Fria para idiotas

A revista moral de Gaddis é justa, e talvez a única propriedade do livro tenha sido concluir o óbvio: a URSS, diferentemente do III Reich, não foi derrotada por um inimigo externo — ela simplesmente implodiu, porque o mundo e suas clivagens não são realidades em si absolutas, mas entes dinâmicos e relativos, que estão em constante comparação uns com os outros. A incapacidade soviética em ombrear os prodígios ocidentais em incontáveis domínios — eficiência, conforto, abundância, variedade e disponibilidade de bens, liberdade de expressão, iniciativa etc. — foi, ultima ratio, o algoz do marxismo-leninismo, que pereceu do mesmo mal que havia previsto tombar o capitalismo. Que os “engenheiros sociais” se inteirassem disso já seria uma contribuição de monta ao fim do besteiróis coletivistas que assolam outras paragens, bem distantes daquelas estepes eurasianas que se auto-intitularam, com presunção bem própria aos deterministas históricos, o “Paraíso dos Trabalhadores”. Leia mais


  Tudo dominado - Banqueiros mandam e Lula obedece

E os brasileiros? Não vão fazer nada contra mais essa demonstração objetiva de Terrorismo de Estado? Até quando seremos um povo babaca, que é conivente e leniente com o governo do crime organizado, e a classe política, em parceria com um sistema financeiro selvagem, que desrespeitam sistematicamente a Constituição e as leis?

Onde não existe segurança do Direito, inexiste democracia.Estamos em plena ditadura do governo do crime organizado, que é a associação para fins delitivos entre criminosos de toda espécie e os poderes do Estado. Leia mais



VAMOS PRESSIONAR O SENADO

O mais nobre DEVER DO PODER LEGISLATIVO é fiscalizar as ações do PODER EXECUTIVO, se este está cumprindo a Lei vigente. Quando isso não acontece, temos um legislativo de cócoras e o executivo passa a agir ditatorialmente, o que parece, lamentavelmente, ocorrer nos dias de hoje. Os SENHORES SENADORES, que representam, em números iguais, os seus Estados, não podem esquecer de que a Nação e o povo não podem sofrer ações deletérias de Órgãos Públicos ou de organizações que se utilizam do BEM PÚBLICO para beneficiar GRUPOS ou pessoas.  Leia mais



Lição de Lênin para Chávez

Por cortesia de amigo liberal, recebi matéria publicada em La Nación, de Assunção, Paraguai, de 25 do corrente, contando da invasão de dois frigoríficos na Venezuela.Diz a matéria que o gauleiter Hugo Chávez "festejou ontem a tomada de dois frigoríficos pelas autoridades por presumidamente haverem se negado a vender carne pelos preços regulados pelo governo". Ocorre que, e acordo com recente legislação, as autoridades ficam autorizadas a expropriar empresas em nome do combate ao "açambarcamento é especulação".

O Coronel deveria ouvir o conselho de quem foi do ramo. Um terrorista de verdade, muito mais sanguinário que o gauleiter, pelo menos até agora. Влади́мир Ильи́ч Улья́нов (isso mesmo, Vladimir Ilyich Ulyanov, alias, Lênin), Vladimir Ilyich Ulyanov, alias, Lênin). Lênin advertiu em sua famosa obra Que fazer? (as questões palpitantes do nosso movimento), publicada em março de 1902, que não se deveria deixar a nenhum sindicato — de fato, a nenhum sindicalista — tomar a direção do que quer que fosse do Estado. Leia mais



Censura e Imprensa

A geração que nasceu nos anos 60 e que hoje se aproxima dos 35, 40 anos, aprendeu desde cedo, na leitura cotidiana dos jornais, que o governo instaurado em 1964 foi um dos períodos mais difíceis para as manifestações culturais e sociais do país. São os famosos "anos de chumbo", em que civis eram perseguidos pelo que pensavam, outros torturados, muitos impedidos de divulgar seu trabalho e, consequentemente, de obter o ganha-pão.

Trata-se de um consenso inclusive entre as gerações mais novas, nas universidades e redações que nossos pais, tios ou amigos um pouco mais velhos, viveram um ambiente de terror, atmosfera aliás, fartamente retratada em filmes, peças de teatro, livros e reportagens de jornais. Quem já não ouviu falar da "terrível" censura da época imposta aos brasileiros?


Uma investigação mais rigorosa e uma observação mais crítica dos acontecimentos, porém, descortinam uma outra realidade, diferente da que nos habituamos a ouvir e ver. Parece que os fatos de 30 anos atrás, como já mencionei em outro artigo, foram paulatinamente envolvidos por uma película oleosa que nos impede de chegar até eles através da imprensa. Criada por aqueles que detêm o poder sobre a maneira com que a verdade é retratada nos meios de comunicação, esta gaze precisa ser furada por jornalistas e leitores mais independentes sob pena de vivermos numa história composta ora por falsidades ora por meias-verdades. Leia mais




Soberania e Paz

Seria o caso de abdicarmos DA nossa soberania e apelar para a entidade mundial criada para ajudar países em dificuldade? Aceitar a intervenção de tropas estrangeiras para suprir nossa necessidade de ordem e Paz?

Pessoalmente, não vou tão longe. Fico pensando na possibilidade de mariners patrulharem a Linha Vermelha. Seria O primeiro passo para forças internacionais tomarem conta DA Amazônia, dada a nossa incapacidade de acabar Com O desmatamento DA maior floresta do mundo. Leia mais


Fórum Social, “bomba atômica” e estrabismo político

O socialismo “sincrético”, com o fortalecimento dos “soviets” comunais e a corrosão das funções do Estado, é uma meta que transcende a Venezuela e está chegando a países como Bolívia, Equador e, possivelmente, Brasil.   A Venezuela sofre uma avalanche de medidas ditatoriais para controlar os Poderes do Estado, os meios de comunicação, o ensino e a iniciativa privada. A recentemente aprovada Lei Habilitante permite ao presidente Chávez governar por decreto, com poderes praticamente absolutos.

Nesse contexto, passou despercebido um acontecimento sob vários aspectos mais grave, que o próprio Chávez qualificou como “bomba atômica da Venezuela”: a “explosão do poder comunal”. Trata-se da criação de 18 mil “conselhos comunais”, comunidades auto-gestionárias de inspiração comuno-anarquista, que deverão substituir os governos e câmaras municipais e, inclusive, funções do próprio Estado. Esse “poder comunal” será institucionalizado por uma comissão legislativa que estuda a reforma constitucional; foi comparado por Chávez com os “soviets” da Revolução de outubro de 1917 na Rússia e por vários de seus seguidores, com a “Comuna de Paris” de 1871. Alguns de seus adversários chegaram a vislumbrar nos “conselhos comunais” o germe de um processo com analogias com o impulsionado por Pol Pot, no Camboja. Leia mais


O espetáculo da mediocridade de uma sociedade quase apátrida

A escolha será nossa
− da sociedade organizada e politicamente consciente que ainda resta no país.
No meio de uma guerra civil não declarada, fomentada pela falência da educação e da segurança pública, nossos sonhos de democracia em um país moderno estão sendo destruídos; estão escorrendo pelos ralos do corporativismo mais fétido, da prostituição mais torpe da política, da corrupção sem controle das relações públicas e privadas, da prevaricação como padrão de comportamento de servidores públicos, e da falência conseqüente do poder público Republicano como forma válida de governo.


Todos estão se vendendo ao mais sórdido filho da serpente da prostituição da política em um estalar de seus “dedos”.

O comitê do Politburo está sendo formado para começar a organizar a “casa” e a festa da nova burguesia petista. O “partidão único” também já está sendo estruturado: PMDB + PT, com o mesmo presidente de “honra”. O resto está sendo considerado pelos vermelhos como resto e submissos aos caminhos da sobrevivência de suas próprias sinecuras políticas. No final, quase todos estarão do mesmo lado, pisoteando o sangue do povo. Leia mais
 


TAMANHO NÃO É DOCUMENTO

Nunca se assentou tanta família em tão pouco tempo. A briosa frase, proferida recentemente pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, comprova uma ousadia. Simultaneamente, expõe uma temeridade. A reforma agrária brasileira bate recordes de quantidade. Sua qualidade, todavia, é sofrível.

O recorde da reforma agrária brasileira, comemorado pelo governo, poderá, logo, entrar sim para o livro do Guiness. Não pelo tamanho. Será conhecido como o maior fracasso, mundial, de um programa público. Dez na quantidade, zero na qualidade.

O IBGE promete incluir agora, no Censo Agropecuário, o levantamento dos assentamentos rurais. Finalmente, a sociedade poderá conhecer, objetivamente, a magnitude de sua reforma agrária. Vai se espantar com o esqueleto atrás do armário. Leia mais


O bloqueio de bens do PT

É importante que se deixe claro - para que os desavisados não tratem o assunto como mera intriga política - que bloqueio de bens não significa condenação decretada, comprovação irrefutável de culpa ou conclusão irrecorrível de processo judicial. O bloqueio tão-somente assegura a concretização de ressarcimentos a serem, eventualmente, determinados pela Justiça. Isto posto, o pedido de bloqueio de bens do Partido dos Trabalhadores (PT) e do secretário particular do presidente Lula, Gilberto Carvalho, por suposto envolvimento em esquema de propinas que teriam operado na área de transporte coletivo na gestão de Celso Daniel - o prefeito de Santo André assassinado em 2002 -, é uma conseqüência natural e necessária de um longo processo investigativo de cinco anos, feito pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado do ABC, braço do Ministério Público (MP). Não cabe, aqui, avaliar se os valores a serem bloqueados devam ser iguais, maiores ou menores do que o montante de R$ 5,3 milhões, constante do pedido dos promotores. Leia Mais


 
Cadáver politicamente insepulto

Os negócios nebulosos do principal cadáver politicamente insepulto do Brasil voltam a cheirar mal na ante-sala do Palácio do Planalto. A cúpula petista está em pânico desde sexta-feira passada, quando o Ministério Público paulista entrou com uma ação civil pública contra o chefe de gabinete do presidente. Gilberto Carvalho é denunciado por suposto envolvimento em esquema de propinas na área de transporte coletivo durante a administração de Celso Daniel – prefeito petista da cidade assassinado em janeiro de 2002.

Além do caso Celso Daniel, que é um inferno constante para os petistas, a maior preocupação de Lula, no momento, é o seu risco de isolamento político, nos campos interno e externo. Aqui dentro, Lula sente a falta de apoio político para seu Programa de Aceleração do Crescimento. Ninguém acredita no PAC. Lá fora, entre seus aliados do Foro de São Paulo, Lula teme que “seu filme fique queimado” com um eventual puxão de orelhas de George W Bush sobre sua tímida reação aos gestos autoritários do presidente venezuelano Hugo Chávez. O presidente dos EUA e sua Secretária de Estado, Condoleezza Rice chegam ao Brasil nesta quarta-feira. Leia mais.


 
Enquanto a sociedade continuar apática os aproveitadores continuarão a se locupletar

Quando espoucaram os escândalos de 2004 e 2005, havia unanimidade em denunciar a corruptibilidade do nosso modelo político. O fato de não se mencionar mais isso não altera a realidade. Por que, então, mantemos um sistema que funde e confunde Estado, governo e administração? Porque ele favorece o loteamento e a promiscuidade da qual verte a maior parte da corrupção. É a mesma razão imoral que tira da pauta o voto distrital, cuja adoção minimizaria a influência dos grupos de interesse que comandam a Câmara dos Deputados.

Enquanto a sociedade continuar crendo que basta haver eleição para termos democracia e que a regra do jogo político não tem qualquer importância, os aproveitadores da regra vigente continuarão dando as cartas, jogando de mão e nos ganhando todas. E nós, convencidos de que não temos sorte. Leia mais

O PRINCÍPIO  90 / 10 pode mudar a sua vida! Leia mais 

SE PROTEJA EM VEZ DE SE ARREPENDER!

                
                  As pessoas têm a tendência de entrar em seus carros  depois de fazerem compras, refeições, ou depois do trabalho, e sentarem-se no carro (fazendo anotações em seus talões de cheques, ou escrevendo alguma lista etc.). Leia mais.

 LEMBRE!
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei. No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..." (Martin Niemuller, 1933)

É inaceitável a falácia ideológica de vendilhões cínicos e mentirosos que banalizam as Instituições Nacionais, a impunidade e a violência.

                                   



Grupos do Google (versão beta)
Participe do grupo Impunidade
E-mail:




Links indicados

Powered by Blogger

L I N K S

impUNIDADE

info impunidade

info impunidade i

serviço ao eleitor

VOTO CONSCIENTE

cmrj 63

IMORTAIS GUERREIROS

ucho.info

Alerta Total

Coturno Noturno

grupoguararapes

ternuma.

Brasil acima de tudo

salve a patria

Christina Fontenelle

NOSSA VOZ - INFOMIX II

CRISE AÉREA

A CRISE DAS VAIAS

notalatina

inconfidencia

Contas Abertas

RATIO PRO LIBERTAS.

XÔ CPMF!!!

Amazônia para Sempre

Ordem e Vigilia Contra Corrupcao

Deputado Aleluia

Sen Alvaro Dias

Sen Josse Agripino

Sen Arthur Virgílio

DIEGO CASAGRANDE

Reinaldo Azevedo

Claudio Humberto

BLOGANDO FRANCAMENTE

ATÉ QUANDO????

LABRE: Legalidade

Kibe Loco

Domínio Público - Pesquisa

Blog do Diego

incorreto

VIDEO I

VIDEO II

ATAS do Foro de São Paulo

Video FSP
FSP I
FSPII
FSPIII
prova_cabal

MADRAÇAIS DO MST

SAIBA MAIS SOBRE O FSP

A GUERRILHA DO ARAGUAIA

GRUPO GUARARAPES

A VERDADE SUFOCADA

Powered by Blogger

Powered by Blogger

Powered by Blogger

ARGUMENTO

VOTO SEGURO

APADDI

MOVIMENTO CORRUPÇÃO ZERO

Powered by Blogger

RATIO PRO LIBERTAS

ALERTA TOTAL

COTURNO NOTURNO

INCORRETO

RBS

CPI

SENADO FEDERAL

TRANSPARÊNCIA BRASIL

CAMARA DOS DEPUTADOS

RIO SEM LEI

CMRJ 63

.

IMPUNIDADE

VERGONHA NACIONAL

AVISO: As publicações com assinatura são de responsabilidade exclusiva de seus autores e podem ser reproduzidos com a citação da fonte