I M P U N I D A D E - VERGONHA NACIONAL

É INACEITÁVEL QUE A IMPUNIDADE E A VIOLÊNCIA SEJAM TRANSFORMADAS EM VALORES LEGÍTIMOS DO MORAL NACIONAL*** Não existe democracia onde não existe segurança do Direito com Soberania, Paz Social, Progresso, Integração Nacional e Integridade do Patrimônio Nacional.

20050727

Editor


* Miguel Germano Coutinho Friedrich é carioca, realista conservador avesso à impune banalização das Instituições Nacionais. Militar Reformado no posto de General de Divisão do Exercito Brasileiro , iniciou seus estudos no Colegio Militar e dentre outros cursos de Formação, Aperfeiçoamanto, Graduação e Pos graduação, possui o curso de Altos Estudos Militares;Administração; Direito; Engenharia Economica e Administração Industrial; Direto Canonico; e, Comunicação Social. O que mais lhe interessa na vida é compreender o mundo no qual vivemos e a realidade à sua volta. Foi agraciado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro com a mais elevada comenda do Poder Legislativo Estadual, a Medalha TIRADENTES, pelos relevantes serviços prestados à comunidade de seu estado natal.

1 Comments:

At quinta-feira, setembro 11, 2008 12:52:00 PM, Anonymous Anônimo said...

Caro General Germano, apesar de sermos adversários em alguns aspectos, o site é pelo menos coerente. Gostaria de saber qual a posição do senhor em relação a tortura? pq eu concordo com o ministro que tortura não pode ficar impune, até pq nunca foi a maneira de arrancar qualquer coisa! pq com tortura só se arranca mentira! os militares torturaram, e forçaram aos exilados a aceitarem a Anistia (que no fundo era pra eles tbm! Tudo feito para assegurar que não teriam problemas como este) O senhor que estuda os princípios do Direito deve saber que documentos assinados sob coação não valem nada. Naquela época vcs faziam as leis, ou acabavam com elas, se aproveitavam dos benefícios, se não tiveram militares ricos foi porque eles não souberam aplicar o dinheiro!! Porque eles roubaram pra caralho também e só quem não sabe a história é que fala merda! A exemplo do Dep. Jair Bolsonaro, um completo bosal! As leis agora estão sendo feitas por civis. Eu tenho certeza General, como você, que isto tudo não vai dar em nada, visto que os militares prepararam bem o terreno né! E sabem que a impunidade sempre prevaleceu neste país! gostaria de dizer que eu adoraria se o Ministro fizesse vcs pagarem pelos seus crimes, mas o Senhor sabe que isto não vai acontecer. Não acho que os militares devam receber qualquer indenização referente a época, pq eles não são as vítimas, nunca foram e nunca serão. Se não existe Militar "rico", me diga General, o que é ser rico!???? Talvez o sr. possa responder já que tem Altos Estudos!

 

Postar um comentário

<< Home

Links indicados

Powered by Blogger

L I N K S

impUNIDADE

info impunidade

info impunidade i

serviço ao eleitor

VOTO CONSCIENTE

cmrj 63

IMORTAIS GUERREIROS

ucho.info

Alerta Total

Coturno Noturno

grupoguararapes

ternuma.

Brasil acima de tudo

salve a patria

Christina Fontenelle

NOSSA VOZ - INFOMIX II

CRISE AÉREA

A CRISE DAS VAIAS

notalatina

inconfidencia

Contas Abertas

RATIO PRO LIBERTAS.

XÔ CPMF!!!

Amazônia para Sempre

Ordem e Vigilia Contra Corrupcao

Deputado Aleluia

Sen Alvaro Dias

Sen Josse Agripino

Sen Arthur Virgílio

DIEGO CASAGRANDE

Reinaldo Azevedo

Claudio Humberto

BLOGANDO FRANCAMENTE

ATÉ QUANDO????

LABRE: Legalidade

Kibe Loco

Domínio Público - Pesquisa

Blog do Diego

incorreto

VIDEO I

VIDEO II

ATAS do Foro de São Paulo

Video FSP
FSP I
FSPII
FSPIII
prova_cabal

MADRAÇAIS DO MST

SAIBA MAIS SOBRE O FSP

A GUERRILHA DO ARAGUAIA

GRUPO GUARARAPES

A VERDADE SUFOCADA

Powered by Blogger

Powered by Blogger

Powered by Blogger

ARGUMENTO

VOTO SEGURO

APADDI

MOVIMENTO CORRUPÇÃO ZERO

Powered by Blogger

RATIO PRO LIBERTAS

ALERTA TOTAL

COTURNO NOTURNO

INCORRETO

RBS

CPI

SENADO FEDERAL

TRANSPARÊNCIA BRASIL

CAMARA DOS DEPUTADOS

RIO SEM LEI

CMRJ 63

.

IMPUNIDADE

VERGONHA NACIONAL

AVISO: As publicações com assinatura são de responsabilidade exclusiva de seus autores e podem ser reproduzidos com a citação da fonte